25 de ago de 2012

Cine Singular - o curta do dia

Velar
Gênero: Ficção
Diretor: Nana Ribeiro
Elenco: Victor Hugo Carrizo e Walkyria Suleiman
Local de Produção: SP
Sinopse: Fotógrafo estrangeiro em visita à São Paulo tem reencontro com uma antiga amante. Esse encontro traz à luz questões antes obscuras.










.

Bombou na web na semana

Durante os Jogos Olímpicos de Londres recordes tivemos a oportunidade de ver grandes jogos e performances históricas. Mas nem tudo foi perfeito. Em várias provas atletas que treinaram duro duranet anos acabaram cometendo alguma trapalhada – e os internautas fizeram uma compilação com cada momento. Muitos deles são hilários, mas alguns dão pena dos atletas.
Uma jovem de 19 anos deu trabalho para a polícia de Vitória, no Espírito Santo. Alcoolizada e sem carteira de motorista, ela dirigia um carro bastante danificado, com os pneus rasgados, quando foi parada pelos policiais. Ela se identificou como estudante de direito e disse que a lei que impede que motoristas bêbados peguem o carro não é eficaz. “Toda lei tem uma brecha, e sempre tentamos aproveitar essa brecha”, disse a estudante. Uma equipe de reportagem foi até o local e registrou Luiza Gomes tentando fumar uma nota de cinquenta reais e ligar seu carro com um canudo. Ela ainda tentou conseguir a chave do veículo, dizendo que tinha que pegar a estrada, mas não deu certo: foi multada e voltou para casa na viatura da polícia.
Um burrinho chamado Primrose nasceu prematuro na Inglaterra. Como resultado, suas pernas não conseguiram se desenvolver completamente. Para melhorar a vida do animal, os médicos veterinários colocaram as suas perninhas em moldes temporários, que vão ficar até que Primrose consiga se locomover sozinho. Olha que fofinho ele no vídeo:

O cantor sul-coreano Park Jae-Sang, conhecido por seu nome artístico Psy, é um grande sucesso em seu país. Mas agora ele ficou famoso no mundo inteiro graças a um divertido clipe que em pouco mais de um mês foi visto por quase 46 milhões de pessoas. “Gangnam style” faz uma referência a Gangnam, um distrito na Coreia do Sul famoso pelo estilo de vida luxuoso de seus habitantes. Embora nem todos consigam entender o que ele está falando, o refrão pegajoso e a dança engraçada do clipe conquistaram críticos de música e famosos como Katy Perry, Robbie Williams e Nelly Furtado, que fez um cover da música em seu show.

Depois dessa explosão de amor, que aconteceu em março deste ano, Ronny gravou um vídeo em que explica toda sua ação, a fim de garantir que a mensagem chegasse a mais pessoas, não se limitando só ao Facebook. Deu certo. O vídeo fez sucesso no YouTube, com quase 800 mil visualizações. Uma versão com legendas em português começou a bombar no Brasil esta semana. Várias pessoas estavam compartilhando o vídeo no Facebook. Mesmo sendo de cinco meses atrás, acho que merece estar aqui, não?



Fonte: revista Época

22 de ago de 2012

charge: Nani



Sedição de Juazeiro é tema de filme

Acontece nesta quarta-feira (22), a exibição da Avant Première da obra audiovisual “Sedição de Juazeiro”. O evento, que contará com 500 convidados, é uma produção do professor, roteirista e diretor de comunicação da Faculdade Grande Fortaleza (FGF), Jonas Luis da Silva, de Icapuí. O filme será lançado no dia 30 de agosto, na cidade de Juazeiro do Norte, no Memorial Padre Cícero.
Segundo o direção do filme, Daniel Abreu, tudo começou há exatamente 12 anos quando Jonas Luis resolveu iniciar as pesquisas para contar um dos fatos mais importantes da história política de Juazeiro do Norte, ocorrido na segunda década do século xx. ” Essa foi a época que as forças políticas declararam uma dualidade de poderes legislativos no estado do Ceará, a chamada “Sedição de Juazeiro” , que teve participação ativa do Padre Cícero Romão Batista”, conta o diretor.


Fonte: produção do filme

20 de ago de 2012

Eleitores criticam horário político; reveja vídeos bizarros

 A propaganda eleitoral gratuita para o primeiro turno das eleições municipais de 2012 começa nesta terça-feira (21) no rádio e na televisão. Eleitores ouvidos pelo UOL afirmam que o horário político pode ajudá-los a decidir o voto, mas dizem não concordar com aqueles que apostam em brincadeiras para conquistar a população.

Filme documenta conquista mundial do São Paulo Futebol Clube

"Soberano 2 - A Heroica Conquista do Mundial de 2005", documentário longa-metragem retratando a conquista do Campeonato Mundial Interclubes FIFA 2005 pelo São Paulo Futebol Clube, será lançado na próxima quinta-feira. O documentário tem a narração de diversos jogadores do clube, dirigentes, e torcedores, e foi apresentando à imprensa na manhã desta segunda-feira em sessão de cinema no shopping JK, em São Paulo. O corintiano invasor, que jogou um "bambi" de pelúcia em cima de Rogério Ceni antes de se atirar na rede do gol nos primeiros minutos do jogo foi lembrado pelo auxílio dado no momento da invasão.
"O jogo começou tão complicado para a gente que o torcedor entrou, o árbitro teve que parar o jogo por alguns minutos, e nós conseguimos respirar aliviados, pois a pressão do Liverpool estava grande. Foi tempo de reunir o time, conversar, e passar calma", destacou Ceni.
"Olha, ele (corintiano) fez tudo o que a gente precisava. Foi o momento que acalmou o time e deu tempo para conversar", destacou Marco Aurélio Cunha, dirigente do São Paulo na época da conquista.
Pouco tempo após a invasão, aos 27min, o São Paulo marcou o gol do título com Mineiro, que faz a rápida participação no documentário para falar do momento. No segundo tempo, o time brasileiro sofreu enorme pressão do adversário, e viu três gols sendo anulados pelo auxiliar canadense Héctor Vergara.
O fato fez com que os roteiristas do documentário utilizassem o auxiliar em trechos da narrativa. Ele aparece para justificar dois impedimentos assinalados, e um escanteio em que a bola teria saído do campo de jogo antes do gol do zagueiro finlandês Sami Hypia.
"O bandeirinha foi um personagem central. Ele foi capaz, corajoso, e fizemos um reconhecimento a ele pela importância para o São Paulo, e para a justiça no futebol. Ele anulou lances corretamente e estando na frente do banco do Liverpool. Figura importante na narrativa do filme", endossou Carlos Nader, diretor e roteirista do filme ao lado de Maurício Arruda. (Terra)
Vejam o Trailer do filme:

19 de ago de 2012

Bombou na web nesta semana

O Jogador do Everton que buscava um gol há mais de 10 anos finalmente desencantou..

Pronto, achamos a (possível) melhor versão para a música mais cheia de versões do YouTube, “Call Me Maybe”, de Carly Rae Jepsen. O humorista da web Steve Kardynal vestiu um biquíni, pôs a música pra tocar e se deparou com todo tipo de reação no Chatroulette: alguns fazem cara de nojo, outros riem e tem gente até que canta e dança junto com o barbudo.

Maria Eduarda, a menina do vídeo abaixo, não sabe perder. Num jogo de videogame contra a mãe, foi filmada perdendo a cabeça quando seu personagem era atingido. “Para! Você está tirando o meu sangue”, diz ela. E a menina berra, chora, joga o controle com toda força no chão…

O funk carioca ganhou roupagem erudita na voz do humorista brasileiro Gustavo Horn. Acompanhado por um pianista e imitando um tenor, ele canta versões de clássicos da baixaria como “Créu” e “Atoladinha”.

Fonte: revista Época

Vozes brasileiras


Segundo Ataulfo Alves, até seu parceiro, Mario Lago renegava a música
Depoimenos de personalidades brasileiras em vários segmentos da sociedade, no século passado estão no site  www.vozesbrasileiras.com.br. Como também interpretações originais de artistas famosos.  Carmen Miranda, Getúlio Vargas, Nelson Rodrigues, Cecília Meireles e muitos outros. Ataulfo Alves, por exemplo, dá um depoimento histórico sobre a primeira gravação de "Ai que saudades da Amélia" que até o próprio parceiro (Mario Lago) renegava. Escutem lá  o compositor e cantor comenta dizendo que como foi difícil a aceitação da sua música mais famosa, o clássico da MPB "Ai Que Saudades da Amélia", que foi obrigado a cantar pela primeira vez, porque nenhum artista queria gravá-la.


filme reúne ex-presas políticas

O Ceará tem se destacado nacionalmente no campo na produção de memórias relacionadas aos temas ditadura-anistia-democracia, com a realização de trabalhos acadêmicos por alunos e professores de diversas áreas, assuntos e universidades/faculdades, alguns dos quais transformados em livros. Na abertura, exibição, pela primeira vez no Ceará, do documentário Vou contar para os meus filhos, sobre as ex-presas políticas, em Recife, durante a ditadura de 1964, destacando-se várias cearenses, algumas das quais estarão presentes, bem como as diretoras do documentário.
Vejam no vídeo abaixo, entrevista com a diretora do filme Tuca Siqueira e logo em seguida o documentário. O reencontro de 24 ex-presas políticas da Colônia Penal do Bom Pastor 40 anos depois. Todas têm em comum o passado de luta contra a repressão da ditadura militar. Quatro décadas depois e com maridos, filhos e uma vida tranquila, elas dão um tom de leveza à narrativa de uma história carregada de simbolismo e sofrimento.