5 de mar de 2010


O dono da Bossa Nova

Morreu ontem, o dono da Bossa Nova, o cantor, compositor e pianista Johnny Alf. Ele não foi “um dos precursores da Bossa Nova”, como tentam diminuir ou igualar a sua importância a outros artistas, como João Gilberto, no movimento musical da década de 50 do século passado, no Brasil. Não. Ele foi quem criou. Em 1952, gravou seu primeiro disco em 78 rpm, com a música Falsete de sua autoria, e De cigarro em cigarro, Luís Bonfá. Tocou nas boates Monte Carlo, Mandarim, Clube da Chave, Beco das Garrafas, Drink e Plaza. Duas canções se destacaram neste período: Céu e mar e Rapaz de bem, consideradas a melodia e a harmonia, como revolucionárias e precursoras da Bossa Nova. Esse é o marco inicial da Bossa Nova, somente em 1958 é que começa a aparecer João Gilberto e companhia.Todavia, Johnny Alf ficou conhecido nacionalmente, uma década depois, quando compôs Eu e a Brisa. Vejam aí, o próprio cantando a música que o consagrou:


Olhem aí como a banda OK Go encontrou a fórmula para divulgar a música This Too Shall Pass. A sequência de movimentos, a partir da derrubada de dominós enfileirados, é antiga, mas esse clip da OK Go é muito criativo.


4 de mar de 2010

Justiça inocenta Band e Boris Casoy
em ação movida por gari


A Justiça da Paraíba julgou improcedente a ação movida por Marcelo Brito, gari que alega ter se sentido ofendido com a declaração de Boris Casoy sobre sua categoria. No último dia de 2009, o jornalista, sem saber que estava com o microfone aberto, disse que o trabalho dos varredores de rua era o “mais baixo na escala do trabalho”, após a veiculação de uma reportagem em que dois garis apareciam desejando feliz ano novo.
“Que merda: dois lixeiros desejando felicidades do alto da suas vassouras. O mais baixo na escala do trabalho”, disse Boris. No dia seguinte, o apresentador pediu desculpas pela declaração, mas vários processos foram movidos contra ele.
No entendimento do juiz Cláudio Xavier, Brito não sofreu prejuízo direto e não poderia entrar com a ação, que foi arquivada. O advogado do gari, Alberto Quaresma Junior, informou que no momento não pretende recorrer porque o mérito da questão ainda não foi julgado.
Além deste processo, Boris responde a outros quatro movidos pelos garis envolvidos no caso e entidades que representam a categoria. Alguns deles envolvem a Band. A declaração também motivou diversas ações movidas por garis em todo o país. Apenas na Paraíba, o advogado José Dinart Freire de Lima trabalha em 12 ações contra o jornalista. Os processos, segundo ele, estão em fase de contestação, e aguardam a defesa de Boris e da emissora.
Fonte: Comunique-se

3 de mar de 2010

Centenário de Adoniran Barbosa

Exibições de documentários, lançamentos de livros, palestras, teses acadêmicas, CD’s, DVD’s e outras homenagens estão sendo preparadas para festejar o centenário de Adoniran Barbosa (próximo dia seis de agosto) Os seus sambas permanecem atuais e ainda são o retrato de São Paulo com seus problemas sociais.
O autor de Samba do Arnesto, Saudosa Maloca, Tiro ao Álvaro, Trem das Onze e tantos outros retratou em seus sambas memoráveis datalhes da metrópole paulista como ninguém. Adoniran Barbosa morreu em 1982, aos 72 anos de idade.
Vejam aí no vídeo (vai demorar um pouco pra carregar) o encontro memorável entre Adoniran Barbosa e Elis Regina, cantando Iracema, Um samba no Bexiga e Saudosa Maloca. No Bar da Carmela Bairro Bexiga,em São Paulo - 1978.


2 de mar de 2010

O fascínio dos gatos
O segundo maior musical da Broadway (atrás de O fantasma da Ópera),Cats será montado pela segundo vez, no Brasil, neste mês, somente em São Paulo, depois de 29 anos. Baseado no livro de poemas infantis Old possum’s book of practical cats, escrito pelo poeta americano T.S. Eliot, em 1939, conta a convivência dos felinos no beco dos Jellicles, onde o líder tem a missão de escolher (com sabedoria e generosidade) o gato que irá para Heavyside Layer, um lugar especial onde existe a chance de começar uma nova vida.
A gata Grizabella, triste, isolada do grupo, proibida de participar, canta a clássica canção Memory, composição já interpretada por mais de 150 versões, e entre os intérpretes, Jose Carreras e Barbra Streisand.
Vejam um trecho do musical, encenado por uma companhia americana e Grizabella extravasando sua melancolia.
Que belo poema é Memory (traduzido):

"Luz do dia
Veja o orvalho no girassol
E a rosa que se desvanesce
Rosas murcham a toa
Como o girassol
Eu ansio girar meu rosto para o alvorecer
Estou esperando o dia.
Meia-noite
Nenhum som do pavimento
A lua perdeu sua memoria?
Ela esta sorrindo sozinha
Na luz da lampada
As folhas murchas aos meus pés
E o vento começa a gemer
Memória
Tão sozinha no luar
Eu posso rir dos antigos dias
Eu ainda era bela
Eu me lembro dos tempos que sabia o que s felicidade era
Deixe a memória viver novamente
Toda luz de rua
Parece piscar avisando
Alguém resmunga
E a luz de rua apaga
Logo será manhã
Luz do dia
Eu tenho que esperar pelo raiar do sol
Eu tenho que pensar em uma nova vida
E eu não devo desistir
Quando amanhecer
Essa noite também será uma memória
E um novo dia começará
Acabam as queimaduras de esfumaçados dias
O velho frio cheiro da manhã
A luz da rua apaga, outro noite termina
Outro dia amanhece
Toque-me
É tão fácil deixar-me
Tão sozinha com a memória
Dos meus dia de sol
Se tocar-me
Você entenderá o que é felicidade
Olhe
Um novo dia já começou".


1 de mar de 2010



Chico Xavier, o filme

Começará a ser exibida no início do próximo mês uma das maiores apostas de bilheteria do cinema nacional deste ano: Chico Xavier, o filme. A produção sobre a vida do médium brasileiro coincide com os 100 anos de um dos principais mitos brasileiros de todos os tempos e faz parte das comemorações do seu centenário.
O filme que conta a trajetória – e tem Ângelo Antonio e Nelson Xavier vivendo o médium em duas fases – não será o único, neste ano sobre espiritismo. Outras produções ligadas ao espiritismo estarão na onda espírita do cinema nacional.
Segundo a revista Época, Chico Xavier sempre foi um campeão de audiência. Em 1971, ele participou do programa Pinga-fogo, numa entrevista (vejam vídeo abaixo, ele falando sobre como enfrentou uma pane do avião no qual viajava – está engraçadíssimo) que deixou 75 % dos televisores brasileiros ligados na TV Tupi.



Pelo Mundo
Pulseiras com
GPS para maridos violentos
De Daniela Fernandes para a BBC Brasil
Os deputados franceses aprovaram nesta quinta-feira por unanimidade um projeto de lei para combater a violência conjugal que prevê que maridos considerados violentos usem uma pulseira eletrônica equipada com um GPS.
Os trajetos percorridos pelos maridos acusados de violência doméstica serão monitorados em tempo real pela polícia, que poderá verificar se eles se aproximam dos locais frequentados por suas esposas.
A ministra francesa da Justiça, Michèle Alliot-Marie, disse que a pulseira eletrônica poderá ser utilizada antes do julgamento dos acusados de atos de violência e até mesmo em casos apenas de ameaças feitas contra a mulher.
O texto aprovado pelos deputados será examinado pelo senado francês a partir do final de março.
"O problema é que o crime
é aqui na esquina
e a justiça mora longe".
(Millôr Fernandes)

28 de fev de 2010


EXCLUSIVO: FIDEL TROCA PATROCINADOR.

SAI ADIDAS E ENTRA NIKE!

O chefão cubano Fidel Castro parece mesmo não estar muito bem. Afinal, para um homem que comandou um país comunista por mais de 50 anos, usar um dos maiores símbolos do capitalismo americano não é lá uma coisa muito normal, concorda?
Esta foto foi tirada esta semana e o acompanhante, com o crachá no peito, é o ministro Franklin Martins.

(Éramos 6)