9 de out de 2010

Estreia neste mês


Sinopse do filme Dois Irmãos:
Personagens-título do filme, Susana (Graciela Borges) é egocêntrica e valoriza o próprio sucesso acima de tudo enquanto  que Marcos (Antonio Gasalla) que ficou a tarefa de cuidar da mãe. Quando esta morre, Marcos se vê solteiro aos 64 anos e sem grandes realizações profissionais. Ao ser expulso por Susana do apartamento onde sempre morou com a mãe e obrigado a sair de Buenos Aires, vai buscar asilo em um resort no Uruguai. Lá, ingressa em um grupo de teatro, desenvolve amizades e recupera a vontade de viver, mas…

Luzes da cidade
Saudade do São Luiz

Ah! Quando será que poderei  ver de novo o letreiro do mais charmoso cine de Fortaleza, anunciando o filme em cartaz?
Quando passo por lá, vejo homens trabalhando no interior do prédio... 

Cemitério de candidatos


Marcos Cals: mais uma vítima da maldição

Comentei aqui, antes do primeiro turno das eleições que existe uma murada , no bairro da Aldeota aqui em Fortaleza ( terreno do tamanho de um quarteirão localizado entre as avenida Santos Dumont e Virgílio Távora e as ruas  Dias da Rocha e Leite Albuquerque),  que dá um azar danado aos candidatos  que propagam suas campanhas naquelas paredes.  Todos os candidatos a prefeito pelo PSDB ou de outros partidos, coligados com os tucanos, quebraram a cara: Antonio Cambraia, Assis Machado, Socorro França e Patrícia Saboya  provaram da urucubaca do referido painel público.
Nessa eleição quem estava lá, dançou:  o candidato a governador Marcos Cals e até o dono da  infeliz vitrine eleitoreira, o senador Tasso Jereissati. 
Nem o dono  do terreno escapou do fel do  "maldito" muro
Agora quem adorna o tal muro é a propaganda de um outro tucano, o candidato a presidente José Serra. 

8 de out de 2010

Hitler dá bronca em Lula

Queda! As Últimas Horas de Hitler foi o filme mais caro já realizado na Alemanha e por lá foi assistido por 4,5 milhões de pessoas. O filme também fez bastante sucesso nos Estados Unidos, tendo sido lançado em poucas salas, e na Inglaterra, onde foi o filme de língua alemã com maior renda de toda a história. O sucesso internacional do filme foi tanto que lhe deu uma indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.
Outro detalhe: é o filme mais parodiado na internet. A coisa ficou tão braba que a Constantin Film, responsável pela produção do filme, pediu para o You Tube retirar do ar os vídeos que usam  uma cena do longa para satirizar os mais diversos personagens, como a morte de Michael Jackson , o Cala Boca Galvão....
Mas, não tem jeito, sempre aparece uma nova sátira e com assuntos do momento. Agora a turma ataca tendo como tema a campanha eleitoral para presidente do Brasil. A paródia tem o título de  Escolha de Lula. Na brincadeira o Führer se enfurece com a decisão de Lula de querer emplacar a candidata Dilma. Está muito engraçado:

Google faz homenagem aos 70 anos de John Lennon


(Deu no www.bombounaweb.com.br)

John Lennon, considerado um dos maiores artistas do século 20, faria 70 anos no sábado (9), caso não tivesse sido assassinado em 1980. Lennon, guitarrista dos Beatles e parceiro histórico de Paul McCartney, foi um compositor e cantor muito popular, além de ativista. Para comemorar a data, o Google homenageia o músico com um doodle – as já clássicas modificações no logo da empresa – muito bonito:
O doodle é um link e abre um vídeo na própria página do buscador, uma animação ao som de Imagine, um dos maiores sucessos da carreira de Lennon, já na época pós-Beatles. A animação também pode ser vista no YouTube:


Olha aí a Regina Duarte, no início de carreira, fazendo publicidade do carro mais vendido no Brasil naquela época, 1965,o eficiente Fusca.

O crescimento das coisas


Famosa por coreografias que unem acrobacias, ilusionismo, efeitos visuais e dança de vanguarda, o grupo Momix apresenta no Brasil um espetáculo novo. Considerada como uma das mais populares companhias  de dança do mundo, o grupo apresenta (neste mês em Curitiba, Rio de Janeiro e Ouro Preto) o espetáculo Botânica  que focaliza o crescimento das coisas, a partir das flores.
Vejam o vídeo:

Charge/Amarildo

6 de out de 2010

Street View: deboche e constrangimento





Street View, o serviço de mapeamento fotográfico de ruas, pertencente ao Google, lançado esta semana em 51 cidades brasileiras, além de registrar cenas constrangedoras, já está sendo debochado por onde os carros, equipados com as máquinas fotográficas, passam.  Cenas como um rapaz coçando o sexo,  uma prostituta e um travesti mostrando os seios, outro  dando um  dedo e um pessoa vomitando...
O objetivo da ferramenta do Google, difundida pelo mundo afora, é para ajudar na localização de endereços, entretanto levanta questões como intimidade, direito à vida privada.
Nos países, onde os carros, cada um com nove câmeras digitais acopladas no teto, estão  levantando polêmica. A República Tcheca proibiu novas fotografias e, na Alemanha, mais de 100 mil moradores, preocupados com a privacidade, pediram ao Google que apagasse a fachada de suas casas da internet, antes mesmo de o serviço entrar no ar no país.

Em nota, o Google diz que um programa borra rostos e placas de carros e que retira a imagem se o internauta pedir. A expectativa da empresa é que, em um ano em meio, todas as ruas das mais de 5.000 cidades brasileiras estejam documentadas.

Estreia -Bodas de Papel

Uma cidade condenada a não mais existir foi o cenário escolhido pelo cineasta paulista André Sturm para desenrolar o amor entre a sonhadora Nina (Helena Ranaldi) e o sedutor arquiteto Miguel (Darío Grandinetti). Ao tomar conhecimento de que fora cancelada a construção da usina hidrelétrica que colocaria em risco a cidade fictícia de Candeias, Nina passa a ser invadida por lembranças de sua infância passada na região. Decide voltar para lá e gerir o hotel de seu avô. É quando conhece o arquiteto argentino Miguel. Nesse estado de descobertas feitas ao acaso, ambos experimentam uma paixão alimentada de perdas e sofrimentos. Conhecido pelo filme Fale com Ela, de Pedro Almodóvar, Grandinetti foge do estereótipo de “machão” latino. Helena Ranaldi empresta delicadeza à trama que se constrói no feminino, sem os clichês viris habituais. Sensível aos pequenos gestos,do filme Bodas de Papel (que estréia nesta semana, sublinha a ternura que subjaz aos dramas e angústias que embalam a vida.

Pra surfista apreciar


Vejam que efeitos especulares capturados por 52 câmeras, produzidos com efeitos de Bullet-time.


Mão boba

Um lance inusitado foi o destaque da partida entre Herta Berlin e Aachen pelo Campeonato Alemão. No início do segundo tempo, Peter Niemeyer, jogador do Herta, errou um tapinha nas costas da árbitra do jogo, Bibiana Steinhaus, e, sem querer, passou a mão onde não devia.
(Deu no Kibeloco)

"Vips" é o grande vencedor do Festival do Rio


O júri do Festival do Rio escolheu "Vips", dirigido por Toniko Melo, como o melhor longa-metragem de ficção deste ano. O filme ganhou ainda os prêmios de melhor ator e atriz coadjuvantes e de melhor ator para Wagner Moura.
Em "Vips", Wagner Moura vive Marcelo Nascimento da Rocha, que assume personalidades distintas para alcançar seus objetivos. O filme era a mais cara produção entre os concorrentes e foi produzido pela O2, de Fernando Meirelles.
Além dele, também foi premiado "O Senhor do Labirinto", baseado na história de Artur Bispo do Rosário, como melhor longa para o júri popular.
O estreante Charlie Braum ganhou o prêmio de melhor direção por "Além da Estrada", uma coprodução entre Brasil e Uruguai.
O prêmio de melhor atriz foi Karine Teles, protagonista de "Riscado", escrito e dirigido por seu marido Gustavo Pizzi.
A comédia "Elvis & Madonna", de Marcelo Lafite, foi eleita a de melhor roteiro.
A produção paulistana "Boca do Lixo" ficou com dois prêmios técnicos, montagem e fotografia.
Entre os documentários, "Positivas" foi escolhido pelo voto popular e "Diário de uma Busca" ganhou o troféu Redentor, concedido pelo júri.
O júri do festival foi composto pela atriz Bruna Lombardi, pelos produtores Leonardo Monteiro de Barros e Jorge Sanchez e teve como presidente o cineasta Gustavo Dahl.
(Deu no UOL)

5 de out de 2010

Vergonha de ser honesto



Rolando Boldrin fala da vergonha com uma nação de corruptos.

Sou eu assim sem você

Charge: Néo

Blog também é cidadania



Depois de mais de dois anos, abandonada na calçada de uma das mais movimentadas avenidas de Fortaleza (a Santos Dumont), finalmente  a carcaça de um automóvel foi removida. E fico feliz com a retirada do tal monstrengo, porque partiu deste blog uma campanha de denúncia e de acompanhamento sobre providências junto aos órgãos competentes sobre a irregularidade existente naquela avenida, entre o viaduto e a Rua Valdetário Pinheiro Mota.
Contei aqui passo a passo toda minha odisseia burocrática (telefonei várias vezes) nos últimos dois meses, cobrando da Prefeitura as providências cabíveis. Especialmente da AMC encarregada, não só de multar (e aí a autarquia é ligeira até demais) mas também de fiscalizar o trânsito e outras atividades similares, como é o caso. Como já disse aqui, os fiscais foram até o local e constataram que o monte de ferro velho pertence à proprietária do estabelecimento comercial que fica em frente a calçada. E que foi determinado  um prazo (até a sexta-feira passada) para retirada da sucata pela proprietária, caso contrário a AMC tomaria as providências judiciais. A dona não cumpriu a ordem oficial naquele dia, só fazendo a remoção ontem, segunda-feira.
E assim, a vida continua...

Paródia: Folha tira site Falha de S. Paulo do ar

A Folha de S. Paulo conseguiu, por meio de uma liminar (antecipação de tutela), tirar o site Falha de S. Paulo do ar. A página foi criada a cerca de 20 dias e fazia uma paródia do jornal, com críticas à cobertura do veículo. O site era mantido por Lino Ito Bocchini e Mario Ito Bocchini, que pretendem recorrer da decisão da 29ª Vara Cível de SP, que condena os irmãos a pagarem multa diária de R$ 1.000 caso descumpram a determinação.
A alegação da Folha de S.Paulo para mover a ação é o "uso indevido da marca" na página de paródia. O processo contém mais de 80 páginas.
Para Lino Bocchini, a atitude da Folha foi “violenta”. “Não recebemos nenhum e-mail antes, nenhuma ligação. A liminar chegou direto. É uma ação muito violenta”, afirmou. O jornalista disse ainda que o veículo se contradiz com o processo. “Eu sempre li a Folha e concordei com os editoriais com defendem a liberdade de expressão. Mas agora a Folha vai contra tudo o que ela defendeu”, criticou.
Segundo a advogada Taís Gasparian, que trabalha no caso, a Folha não questiona nem a sátira, nem o nome do site, apenas o uso da marca, que envolve o logotipo e layout do jornal.
Lino não concorda com a alegação. “A Folha foge da discussão central, que é o impedimento de fazer uma crítica ao jornal”, contesta. O jornalista ainda ressalta que ele e o irmão não são filiados a nenhum partido e apenas questionam a cobertura do veículo.
De acordo com ele, a intenção é recorrer da decisão, mas a tarefa é difícil. “Não somos uma empresa, nem organização. Apenas criamos um site, uma paródia. Nós não temos advogado, mas agora vamos ter que procurar um”, disse.
Vejam (abaixo ) o vídeo crítico, que satiriza uma campanha do jornal, que continua no ar, mas os autores temem que a Justiça decida retirá-lo.

(Deu no Comunique-se -Izabela Vasconcelos)

4 de out de 2010

A reação dos presidenciáveis

Weslian, a cantora


Weslian Roriz (PSC), transformada em candidata ao governo do DF por seu marido, Joaquim Roriz, agora foi transformada em cantora com o programa auto-tune. Weslian vai para o segundo turno.

Titanic vai voltar às telas em 3D



O filme Titanic, de James Cameron, o de maior bilheteria de todos os tempos atrás de Avatar, será convertido à tecnologia 3D e voltará às telas de cinema em 2012, informou o The Hollywood Reporter.
Dois dias depois do anúncio do lançamento em 3D de Star Wars, também programado para 2012, The Hollywood Reporter assegurou que os estúdios Fox e Paramount trabalham na conversão para terceira dimensão de Titanic, que desde sua estreia em 1997 ganhou 1,84 bilhão de dólares no mundo.

3 de out de 2010

O efeito Marina

Domingo na lagoa do Papicu


Hoje, antes de votar, passei pela lagoa do Papicu e vi algumas famílias curtindo o lazer do domingo. Fui até lá  e quis tirar algumas dúvidas com eles sobre a urbanização daquele logradouro, sempre prometida pela prefeitura de Fortaleza, porém nunca concluída. Realmente, segundo ouvi, há mais de um ano que os serviços começaram com placa de publicidade e tudo.  E ficou só nisso mesmo.
Pode ser que um dos motivos para tal  desinteresse das autoridades seja o fato de que a lagoa tenha como frequentadores  pessoas humildes, moradoras da Favela do Pau Finim situada nas proximidades e que não cobram dos governantes suas obrigações e promessas...talvez não sejam considerados formadores de opinião. Daí vem o descaso.

Palhaços somos nós, os eleitores

RUTH DE AQUINO
é diretora da sucursal de ÉPOCA no Rio de Janeiro
raquino@edglobo.com.br


 Vamos encher o bolso de parlamentares ignorantes em troca de ideia nenhuma. É para ficar tiririca da vida



Mulher laranja, humorista analfabeto e jogador de futebol aposentado são alguns ingredientes de nosso circo eleitoral. Poderíamos rir se não fôssemos coprotagonistas dessa tragédia burlesca. Porque, no fim, vamos eleger mulheres barbudas, palhaços e anões. Vamos pagar suas contas e encher mais ainda seus bolsos em troca de ideia nenhuma. No centro do picadeiro, estão os juízes do STF, que, por omissão ou indecisão, não conseguiram exigir ficha limpa dos candidatos antes da eleição. Contribuem assim para o voto inconsciente.

“Vou defender aquela corrupção”, disse Weslian, casada há meio século com o ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz . Ela tropeçou nas palavras. Ou talvez tenha derrapado em seu convívio com um marido malabarista, que tudo faz para não perder a boquinha política. Primeiro, Roriz renunciou ao Senado para não ser cassado em processo por corrupção. Depois, com a aparente moralização do processo eleitoral em 2010, renunciou à candidatura porque não se enquadrava na Ficha Limpa. Botou em seu lugar a mulher. Roriz diz: vocês verão a minha foto, mas Weslian é que será a candidata. Vocês vão votar nela, mas é como se o candidato fosse eu. Elementar. Mesmo quem não cursou o ensino fundamental compreende.

Madame Roriz não é uma inocente útil. Como tampouco o é Tiririca, o palhaço que só sabe rubricar seu nome e nunca votou na vida. Na reportagem de capa de ÉPOCA da semana passada, ele disse: “Minha mulher lê pra mim”. A principal plataforma de Tiririca é “ajudar muito o lance dos nordestinos”. Mas ele não sabe como: “De cabeça, não dá pra falar”. Suas maiores credenciais são: “Venho de baixo” e “Tô entrando de coração”. Embora analfabetos sejam inelegíveis pela Constituição, a Justiça de São Paulo preferiu não colocar à prova se o palhaço sabe ler e escrever.

O craque Romário, milionário e malandro, às vezes detido por não pagar pensão alimentícia à ex-mulher e aos filhos Moniquinha e Romarinho, nem tentou driblar a galera, inventando um programa de ideias. O ídolo e goleador prometeu usar o futebol para integrar as crianças carentes. Como deputado federal, conseguirá a façanha jogando futevôlei nas praias da zona nobre do Rio?

Vamos encher o bolso de parlamentares ignorantes em troca de ideia nenhuma. É para ficar tiririca da vida
Nenhum desses três candidatos é inocente – e como algum deles seria útil? Se Tiririca tem potencial para superar 1 milhão de votos como deputado federal apenas por sua popularidade e pelo slogan “Pior do que tá não fica”, é porque palhaços somos nós, os eleitores brasileiros. O único jeito, num país onde o voto continua sendo infelizmente obrigatório, seria uma forte campanha pelo voto consciente. Mas a quem a consciência interessa? A Câmara lançou uma radionovela, alertando para o poder do eleitor de escolher bem seus representantes e fiscalizar o trabalho dos eleitos. O detalhe é que a maioria dos brasileiros nem sequer sabe o que faz um deputado estadual, federal ou senador.

O voto consciente é solapado quando dez juízes, ganhando mais de R$ 26 mil por mês, não conseguem decidir, antes da eleição, se a Lei da Ficha Limpa já vale neste ano ou não. É imoral não exigir de candidatos a cargos públicos o mesmo passado sem nódoas, a mesma integridade que se exige de um cidadão comum. Se bem que, a julgar pelas palavras de Lula em junho do ano passado em defesa do presidente do Senado, José Sarney, alguns homens são menos comuns que outros e merecem tratamento especial.

A Lei da Ficha Limpa foi aprovada, a sociedade aplaudiu, acreditou e, agora, por uma firula jurídica, às vésperas da eleição, o presidente do STF, ministro Cezar Peluso, se diz incapaz de desempatar a indecisão do Supremo. A omissão confunde eleitores já confusos e abre caminho para processos e recursos de candidatos suspeitos de falcatruas. Para culminar o vexame, um vídeo mostra um advogado, genro do juiz do STF Carlos Ayres Britto, em negociação a peso de ouro com Roriz para livrá-lo da pecha de ficha suja. O acordo não chegou a ser firmado. Mas isso sim é um deboche, que deixa o Brasil tiririca da vida.



Bombou na web nesta semana

O goleiro Khaled Askri, do time FAR Rabat, do Marrocos, se tornara famoso no mês passado quando defendeu um pênalti e, enquanto comemorava batendo no peito, não viu que a bola pegou efeito e quicou para dentro do gol. Na semana passada, um novo vídeo assentou sua reputação de pior goleiro do mundo: uma terrível furada dele permitiu um gol do adversário. Askri surpreendeu a todos : tirou a camisa e as luvas e saiu correndo para o vestiário. Os vídeos de seus micos se aproximam de 10 milhões de acessos.




Mais um de bichinhos: na semana passada um Cachorro DJ foi filmado pelo dono. O cão é um buldogue francês, com cara de quem leve tudo a sério. Ele fica passando a patinha em um disco de vinil, acompanhando os movimentos que seu dono faz no disco do pickup ao lado. É uma armação, mas é irresistível e conquistou mais de 500 mil visitas.



Depois da “Pastorinha”, uma criança que em vídeo, aparece fazendo sermões evangélicos, a nova estrela é uma pastora evangélica bebê , de Carapicuíba, São Paulo. Amparada pela mãe, Ana Clara, que aparenta menos de 1 ano de idade, foi “ungida” pelo pastor e aparece abençoando fies, que desmaiam, sob gritos de “Aleluia” do presentes. O vídeo do culto foi visto 100 mil vezes.



Provando que a fase não anda boa, Mariah Carey apareceu em vídeo na semana passada tropeçando e caindo no palco, durante uma apresentação em Cingapura. Foi amparada por um dos seus bailarinos, que não escondeu a grande força que fez para levantar a artista em suas medidas atuais. O mico teve quase 4 milhões de acessos.



Fonte: revista Época