22 de out de 2011


CINE SINGULAR – O curta do dia
Mauro Shampoo - Jogador, Cabelereiro e Homem
 Sinopse
 Mauro Shampoo, cabelereiro e ex-jogador de futebol, ficou famoso por jogar no Ibis Sport Club conhecido como o Pior Time de Futebol do Mundo.
Gênero; Documentário
 Diretores:  Leonardo Cunha Lima e Paulo Henrique Fontenelle
 Ano 2005
 Local de Produção: RJ
 Ficha Técnica
 Produção Danielle Abreu e Lima Fotografia Paulo Henrique Fontenelle e Leonardo Cunha Lima Roteiro Paulo Henrique Fontenelle, Leonardo Cunha Lima, Danielle Abreu e Lima Som Direto Paulo H. Fontenelle e Leonardo Cunha Lima Edição de som Carlos Toré Produção Executiva Leonardo Cunha Lima e Paulo H. Fontenelle Montagem Taina Diniz, Paulo H. Fontenelle e Leonardo C. Lima Música Sincronizada Oswaldo Montenegro Informações cedidas por Festival Internacional de Curta-Metragens do Rio de Janeiro - Curta Cinema   
  Prêmios
Melhor Curta no ABC - Academia Brasileira de Cinematografia 2006
Destaque do Júri Popular no FAM - Florianópolis 2006
Melhor Curta - Júri Popular no Festival do Rio 2006
Prêmio Porta Curtas no Festival do Rio 2006
Menção Honrosa no Festival du Cinema de Bruxelles 2006
Melhor Documentário no Festival Latino Americano de Cinema Independente de St Petersburg 2006
Melhor Curta - Júri Popular no Goiânia Mostra Curtas 2006
Melhor Documentário em Curta-metragem no Grande Prêmio Brasil de Cinema 2006
Melhor vídeo no Mostra de CInea de Tiradentes 2007
Taça CINEfoot - Voto Popular no CINEfoot - Festival de Cinema de Futebol 2010
Melhor Curta no Curta-se - Festival Luso-Brasileiro de Curtas Metragens de Sergipe 2006
Melhor Curta - Júri Popular no Curta-se - Festival Luso-Brasileiro de Curtas Metragens de Sergipe 2006
Melhor Documentário no Curta-se - Festival Luso-Brasileiro de Curtas Metragens de Sergipe 2006
Melhor Trilha Sonora no Festival Guarnicê do Maranhão 2006
Melhor Curta no Festival Pop de Cinema 2007
Tablets, indústria e suicídios
Saiu no noticiário de hoje, que Eike Batista, do Grupo EBX, informou à presidente Dilma que está em negociação com a empresa taiwanesa  Foxconn para se tornar sócio na produção de tablets no país. A Foxconn planeja investir US$ 12 bilhões (R$ 19 bilhões) no Brasil nos próximo cinco anos para produzir displays (telas de computador e tablets). E o mais preocupante para a classe trabalhadora: o projeto prevê contratação de 100 mil funcionários, mais da metade do empregado pelo setor eletrônico do Brasil.
A Foxconn é uma das empresas mais denunciadas, atualmente, no mundo, por conta da exploração no trabalho e as deploráveis condições dos seus 900.000 empregados. Recentemente, publiquei aqui no blog que, devido a taxa de números de suicídios ser alarmante (jogando-se da janela), a empresa resolveu colocar redes  em torno de suas fábricas.
Fotos de redes anti suicídio em indústrias da Foxconn 


21 de out de 2011

Zé Menezes comemora 80 anos de carreira
Zé Menezes, músico-instrumentista cearense, nascido em Jardim, comemorará, no próximo mês, 80 anos de carreira e 90 de idade, com show gratuito, no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro e depois fará turnê pelo Brasil, e certamente passará por aqui. Considerado um dos mais rápidos solistas do Brasil, ele já tocou com Radamés Gnattali, Roberto Carlos e outros famosos. Na sua obra tem uma peculiaridade: ele é o criador da Abertura dos Trapalhões que durante os 20 anos que o programa esteve no ar sua marca musical inconfundível.
Vamos relembrar, matando a saudade, a abertura dos Trapalhões, com o nome de José Menezes constando  nos créditos, como diretor musical:

Agora, o próprio Zé Menezes executando a peça que criou para a trupe comandada por outro cearense, Renato Aragão:
Pergunta no velório
Lula mandará ao menos uma coroa de flores a Amuar Kadhafi, o tirano a quem chamou de “meu amigo, meu irmão e líder”?
(Deu na coluna do Cláudio Humberto)

Realmente os dois eram grandes amigos

20 de out de 2011


CINE SINGULAR – O curta do dia
Velha História
Sinopse
  Um dia ao pescar na beira de um rio um homem pega um peixe. A partir de um gesto de afeto do pescador, os dois desenvolvem uma linda amizade que é admirada por todos na cidade. Do poema de Mário Quintana.
Gênero: Animação
 Diretor: Cláudia Jouvin
Ano: 2004
 Local de Produção: RJ
 Ficha Técnica
Produção Maria Carneiro da Cunha e Felipe Velloso Fotografia Paulo Camacho Roteiro Cláudia Jouvin Animação Cláudia Jouvin e Pedro Luá Trilha original Santa Marta Empresa produtora Vaca Louca Narração Marco Nanini Montagem Lu's Ratts Escola Produtora UNESA   
 Prêmios
Melhor Fotografia de Filme Estudantil no ABC - Academia Brasileira de Cinematografia 2004
2º Lugar - Júri Popular no Anima Mundi 2003
Prêmio Porta Curtas no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2004
Melhor Animação no Festival Amazonas Filmes 2003
Menção Honrosa no Festival de Curtas de Belo Horizonte 2004
Melhor Animação no Festival Primeiro Plano 2003  

“Não me arrependo de nada”
Está nas melhores livrarias a mais recente biografia (entre muitas) da cantora mais popular do Ocidente em sua época, a francesa Edtith Piaf. Além da sua arte e de mulher, e com nome de passarinho – Piaf é pardal – foi corajosa quando, na Segunda Guerra, desafiou os nazistas e ajudou na resistência francesa. Edith Piaf – Um vida, de Carolyn Burke, tradução de Cecília Gianetti, 392 págs, R$ 44,00, apresenta, por exemplo,detalhes de Edith Piaf na década de 1930, pois ela exercia atração em todas camadas da sociedade francesa e, após a Segunda Guerra,seria a maior referência mundial entre os amantes da música.
Vejam no vídeo abaixo, ela cantando Non,jê Ne Regrette (“Não, não me arrependo de nada”), música tocada como hino durante a ocupação nazista e  nas  rádios durante o processo de independência da Argélia, liderado por De Gaulle.   

19 de out de 2011

Brudus, a luta palestina
A documentarista brasileira Júlia Bacha, radicada nos EUA, vem ao Rio e a São Paulo para debates e exibições de seu filme Budrus, sobre a luta palestina.
BUDRUS, o filme, é um documentário sobre um vilarejo, de mesmo nome, na fronteira entre a Cisjordânia e Israel, que ocupou as manchetes em 2003, quando foi palco de um inusitado protesto não-violento. Ayed Morrar, um organizador improvável da comunidade, une palestinos de todas as facções políticas e israelenses para salvar sua vila da destruição pela barreira Israelense de separação. A vitória parece improvável até que sua filha de 15 anos de idade, Iltezam, lança um contingente de mulheres que se move rapidamente às linhas de frente. O longa, premiado nos festivais de Berlim e São Francisco, será lançado em DVD pela Copacabana Filmes este mês.
Vejam o trailer:

Participante de reality diz que África é um país da América

18 de out de 2011

Cearense é sucesso na net
"...E o peru gulu-gulu, e o galo corococó, e a galinha có, e o pintinho piu, e o pintinho piu, e o pintinho piu...". Conheça agora quem é o garotinho por trás da dublagem que é sucesso na web. Se você já saiu cantarolando a canção só de ver o trecho acima, você está por dentro do atual fenômeno da internet: Dheymerson Farias, ou melhor, o "Super Dheymerson", como ele prefere ser chamado.
O garoto, filho de Elias e Ediana, é natural de Jaguaruana e mora atualmente em Russas. Brincando em casa, ele pegou uma câmera e filmou sua dublagem da canção acima. Divulgou para alguns familiares e, resultado: em menos de duas semanas, cerca de 700 mil visualizações!
O rápido sucesso transformou a vida do garotinho. São flashes, autógrafos, entrevistas, fotos... "Fui reconhecido na praça onde costumo lanchar, no táxi vindo pra cá... Todo mundo quer tirar foto comigo!", diz Dheymerson, animado, com um brilho diferente no olhar. Típico de quem realiza um sonho.
( Diário do Nordeste)

17 de out de 2011

“Hoje é dia de Rock, bebê!” derruba convite da ONU à Torloni

Christiane Torloni seria convidada da ONU para divulgar, em 2012, o evento Rio +20 – Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável -, por ser uma pessoa conhecida e “com projetos sociais sustentáveis”. Porém, depois do episódio do Rock in Rio, em que a frase “Hoje é dia de rock, bebê“, dita pela atriz depois de alguns drinques, virou praticamente um mantra ganhando o Brasil, Torloni está fora. A organização do Rio +20 não quer vincular a postura “nada convencional” da atriz ao evento.
Estar à frente do “Amazônia para Sempre”, com Victor Fasano – projeto que visa proteger a floresta – não foi o suficiente para mantê-la como uma especie de divulgadora do Rio +20. Não deveria ser levado em conta que a frase de Christiane (sempre ética, classuda, colocada) ganhou a simpatia do País inteiro? Amiga da atriz pergunta: “Quem é que não bebe em dia de rock?”. Entre outros cotados para estarem nas peças publicitárias, está Letícia Sabatella, mas ainda não há um nome definitivo para substituir Torloni.
(Deu no UOL)
Vejam, de novo, a entrevista que derrubou o convite:



Comentário meu: frescura da ONU - ela (Torloni) estava muito zem e feliz da vida e fez uma frase graciosa.
Jornal português despede-se do papel

O responsável pelo grupo editorial madeirense O Liberal, Edgar Aguiar, disse à [agência] Lusa que o matutino gratuito insular O Cidade, que hoje esteve pela última vez nas bancas, “não para, evolui”. O diário Cidade, depois de 1.059 edições e uma tiragem de 23 mil exemplares por mês, auditado pela Associação Portuguesa Para O Controlo de Tiragem e Circulação (APCT), apresentou hoje a sua última edição em papel e anunciou a sua passagem a CidadeNet.
Edgar Aguiar salientou que na origem desta alteração da publicação, que esteve durante quatro anos no mercado regional, “liderando sempre as tiragens” foi a “leitura feita à situação dos jornais na região e a confirmação de que existe uma média de 16 mil entradas de leitores online/por dia do Cidade”.
“Isso indicou-nos que caminho a evoluir como solução para aplicação de novas tecnologias de informação e dos leitores, o CidadeNet”, disse. O director do Cidade recusa a relacionar esta decisão com o facto do Jornal da Madeira se ter tornado também praticamente gratuito e receber subsídios do Governo Regional, mas admite ser “óbvio que regras diferentes para o mesmo sector da imprensa causam graves dificuldades nos meios disponíveis”.
“Mas não queremos colocar culpas em ninguém”, declarou, acrescentando que “a leitura do atual quadro sócio económico fez diminuir drasticamente o anúncio publicitário e evoluiu o da internet”, referiu.
Passando o tempo com o The Bug Generator Circus

Modigliani no Brasil
A bela Céline Howward retratada nua. Modigliani tinha fama de mulherengo. Só que no ensaio, o maridão estava no estúdio

Começa amanhã, no Brasil, a série de exposições de dos pintores italianos que sempre admirei: Modigliani. A mostra Modigliani: Imagens de uma Vida, será aberta no Palácio Anchieta, em Vitória, no Espírito Santos. São 170  itens vindos dos Arquivos Modigliani, em Roma e de coleções privadas da Europa e dos Estados Unidos. Artista famoso pelas telas de mulheres de pescoções (influência das estátuas de deusas egpícias), Modigliane empenhava-se em captar não tão somente a aparência da retratada, mas especialmente o brilho dos olhos, como porta de entrada para a intimidade da modelo. E isso, ele fazia como ninguém. Infelizmente, a mostra não passará por Fortaleza.

16 de out de 2011


CINE SINGULAR – O curta do dia
Espantalho
Sinopse
As lembranças de uma senhora se misturam com as descobertas de uma menina apaixonada por um espantalho. Uma curiosidade sobre Espantalho, é que ele virou um vídeo-clipe. O curta foi reeditado pelo diretor, acompanhando a música "Não me deixe só", de Vanessa da Mata.
 Gênero; Animação
 Diretor: Alê Abreu
 Ano: 1998
 Local de Produção: SP
 Ficha Técnica
Produção Alê Abreu Fotografia Priscila Prade Roteiro Alê Abreu Som Direto Luiz Adelmo Direção de Arte Alê Abreu Animação Alê Abreu Trilha original Marcos Romera Montagem Nathalia Rabkzuc Direção Musical Ricardo Ivanov Agradecimento Especial Marcus Duchen, Faoza Monteiro e Gilberto Caserta Intervalação Daniel Pudles   
Prêmios
 Melhor Filme Nacional - RJ no Anima Mundi 1998
Melhor Filme Nacional - SP no Anima Mundi 1998
Melhor Direção de Arte no Brazilian Film Festival of Miami 1999
Menção Honrosa pela Técnica de Animação no Festival de Cinema de Cuiabá 1998
Prêmio aquisição Canal Brasil no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 1998
Prêmio do Júri Popular no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 1998
Melhor Filme - Júri Popular no Mostra do Audiovisual Paulista 1999
Melhor Animação no Festival de Cinema do Recife 1998
Melhor Animação - Júri Popular no Festival de Cinema do Recife 1998  

Bombou na web
nesta semana

O ciclista Evan Spuy, que disputava uma competição de cross country na África do Sul, levou um susto e um belo tombo, durante a prova. Um etílope chocou-se violentamente com ele. O acidente arrebentou o capacete do ciclista. O vídeo foi visto mais de 7 milhões de vezes.

Um vídeo de um acidente impressionante em Belarus mostra um policial sendo arremessado para fora de uma van enquanto ela capota. Depois de rolar alguns metros, o policial levanta e sai ileso. Assustador.

Um jornal da emissora americana Fox informava a previsão do tempo quando a câmera cortou para a apresentadora. Ela entrou ao vivo comendo uma deliciosa pipoca. Ao final, deu aquela limpadinha nas mãos engorduradas no vestido cor-de-rosa.
O vídeo mais fofo da semana é da pequena Lily. Em seu aniversário de 6 anos, ela recebeu a notícia de que realizará seu grande sonho: viajar para a Disney. A reação dela é de emocionar qualquer marmanjo.  


Fonte: revista Época
Uma bola, uma câmera
Um vídeo mostra como funciona uma câmera bastante diferente das que estamos acostumados a ver por aí. O nome dela traduzido para o português é meio estranho: Throwable Panoramic Ball Camera seria algo como Bola Câmera Panorâmica Arremessável. (o pessoal do marketing vai ter trabalho para lançar aqui no Brasil). O vídeo está em inglês, mas as imagens falam muito mais. Basicamente é uma bola com 36 câmeras espalhadas pela esfera. Você a joga para cima como uma bola de futebol e ela faz todo o trabalho do “fotógrafo”. As imagens das 36 câmeras são fundidas em uma grande imagem em 360º. O resultado é sensacional.(Saiu no Bombounaweb)