29 de out de 2011



CINE SINGULAR – O  curta do dia
Dossiê Rê Bordosa
Sinopse
Fama? Ego Inflado? Espírito de Porco? Quais os reais motivos que levaram Angeli a matar Rê Bordosa, sua mais famosa criação? Este documentário em animação stopmotion investiga este vil crime.
Gênero: Animação, Conteúdo Adulto
 Diretor: Cesar Cabral
 Ano: 2008
 Local de Produção: SP
 Ficha Técnica
Fotografia Marcelo Trotta Roteiro Cesar Cabral, Leandro Maciel Edição Cesar Cabral, Leandro Maciel Som Direto Guile Martins Direção de Arte Daniel Bruson Animação Cesar Cabral Trilha original Cláudio Augusto Edição de som Eduardo Santos Mendes Direção de produção Anália Tahara Produção Executiva Carol Scalice Argumento Carla Gallo Assistente de edição Rodrigo Lorenzetti, Fernanda Oliveira Direção de Fotografia Marcelo Trotta Modelagem Olyntho Tahara Dublagem Paulo César Pereio (Bibelô), Grace Gianoukas (Rê Bordosa), Laert Sarrumor (Bob Cuspe) Mixagem José Luiz Sasso Montagem Cesar Cabral e Leandro Maciel Cenários Olyntho Tahara Locução Lena Whitaker, Odayr Baptista Entrevistados Tales Ab'Saber, Paula Madureira, Angeli, Laerte Coutinho, Toninho Mendes e Márcia Aguiar Produção de Finalização Camila Dipold Bonecos Olyntho Tahara   
 Prêmios
Melhor Animação Brasileira no Anima Mundi 2008
Melhor Filme no Anima Mundi 2008
Prêmio aquisição Canal Brasil no Anima Mundi 2008
Melhor Direção de Arte no Brazilian Film Festival of Miami 2009
Melhor Roteiro no Cine PE 2008
Melhor Trilha Sonora no Cine PE 2008
Melhor Curta - Júri Popular no Curta Brasil - São Paulo Film Commission 2009
Prêmio do Júri Popular no Curta Cinema - Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro 2008
Menção Honrosa no É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários 2008
Menção especial no Expotoons 2009
Melhor Animação no FAM - Florianópolis 2009
Melhor Curta em 35mm no FAM - Florianópolis 2009
Melhor Trilha Sonora no FAM - Florianópolis 2009
Melhor Animação no FENAVID - Festival Internacional de Vídeo 2010
Melhor Animação no Festival Cultural de Cinema de São Simão 2010
Melhor direção no Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual 2009
Melhor Animação no Festival de Cinema de Campina Grande 2008
Prêmio Rômulo e Romero no Festival de Cinema de Campina Grande 2008
Menção Honrosa no Festival de Cinema de Huesca 2009
Melhor Animação Internacional no Festival de Cinema de Viña del Mar 2008
Melhor Montagem no Festival de Gramado 2008
Melhor Roteiro no Festival de Gramado 2008
Melhor Animação no Festival Guarnicê de Cinema do Maranhão 2009
Melhor direção no Festival Guarnicê de Cinema do Maranhão 2009
Melhor Direção de Arte no Festival Guarnicê de Cinema do Maranhão 2009
Melhor Filme Nacional - Júri técnico no Festival Guarnicê de Cinema do Maranhão 2009
Prêmio do Júri Popular no Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte 2008
10 Melhores Curtas Brasileiros do Público no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2008
Prêmio CTAV no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2008
Prêmio Espaço Unibanco no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2008
Melhor Animação - 3º Lugar no Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano 2008
Melhor Filme - Júri Oficial no Festival Nacional de Animação Locomotiva 2009
Melhor Filme - Júri Popular no Festival Nacional de Animação Locomotiva 2009
Melhor Curta brasileiro no Festival Paulínia de Cinema 2008
Prêmio da Crítica no Festival Paulínia de Cinema 2008
Prêmio do Júri Popular no Festival Paulínia de Cinema 2008
Melhor Curta Internacional no GALLO VERDE - Festival Internacional de Tematica Sexual 2010
Melhor Curta no Grande Prêmio Canal Brasil 2009
Melhor Animação no Grande Prêmio Vivo do Cinema Brasileiro 2009
Menção especial no Jornadas de Cine y Video Independiente - UNCIPAR 2010
Melhor Curta de Animação no Latino Film Festival 2010
Melhor Curta - Júri Popular no Mostra de Cinema de Tiradentes 2009
Menção Honrosa no Ourense International Film Festival 2009
Melhor Curta - Jurí Oficial no Amazonas Film Festival 2008
Melhor Filme no Curta Canoa 2008
Melhor Som no Curta Santos 2008
Melhor Curta - Júri Popular no Curta-se - Festival Luso-Brasileiro de Curtas Metragens de Sergipe 2009
Melhor Curta 35mm no Curta-se - Festival Luso-Brasileiro de Curtas Metragens de Sergipe 2009
Melhor Curta - Júri Popular no FANTASPOA - Festival Internacional de Cinema Fantástico 2009
Melhor Curta brasileiro no FANTASPOA - Festival Internacional de Cinema Fantástico 2009
Melhor Curta - Jurí Oficial no FestCine Pantanal 2009
Melhor Curta - Júri Popular no FestCine Pantanal 2009
Melhor Curta no Festival de Artes Audiovisuales de La Plata - FESAALP 2009
Melhor Curta de Animação no Festival de Artes Audiovisuales de La Plata - FESAALP 2009
Melhor direção no Festival de Cinema Agulhas Negras 2009
Melhor direção no Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá 2009
Melhor direção no Festival do Paraná de Cinema Brasileiro e Latino 2008
Melhor Roteiro no Festival do Paraná de Cinema Brasileiro e Latino 2008
Prêmio do Júri Popular no Festival do Paraná de Cinema Brasileiro e Latino 2008
Melhor direção no Granimado Festival Brasileiro de Animação 2008
Melhor Animação no Los Angeles Brazilian Film Festival 2009
Menção Honrosa no Mostra Londrina de Cinema 2008
Melhor Curta no Prêmio FIESP/SESI do Cinema Paulista 2009
Melhor Animação no Santa Maria Vídeo e Cinema 2008
Melhor Curta - Júri Popular no Santa Maria Vídeo e Cinema 2008
Melhor Desenho de Som e Trilha Sonora no Santa Maria Vídeo e Cinema 2008
Melhor Curta no ANIMAGE - I Festival Internacional de Cinema de Animação de Pernambuco 2008
Melhor Curta de Animação no Cineme-SE 2009
Melhor Animação no Festival de Cinema Curta Amazônia 2010
Melhor Direção de Arte no Festival de Cinema Curta Amazônia 2010
Menção Honrosa no Festival de Cinema de Triunfo 2009
Mais um pronunciamento da presidenta...

27 de out de 2011

Contágio: vírus letal
Mais um filme assustador sobre epidemias que devastam milhões de pessoas.
Sinopse
Contágio segue o rápido progresso de um vírus letal, transmissível pelo ar, que mata em poucos dias. Como a epidemia se espalha rapidamente, a comunidade médica mundial inicia uma corrida para encontrar a cura e controlar o pânico que se espalha mais rápido do que o próprio vírus. Ao mesmo tempo, pessoas comuns lutam para sobreviver em uma sociedade que está desmoronando.



Um gato em Paris - em cartaz
A tradição de desenho animado feito a mão está na telas  com a produção francesa Um gato em Paris, um filme policial infantil (embora agrade aos pais) .O gato do título é Dino que, durante o dia, mora na casa da delegada Jeanne e sua fila Zoe. À noite, o bichano acompanha Nico, um ladrão que percorre Paris pelos telhados para praticar seus roubos. Paralelamente à investigação dos misteriosos furtos, a delegada ainda tem que lidar com a possibilidade de roubo de uma obra de arte africana pelo grande vilão Victor Costa e seu bando -- responsáveis pela morte do marido dela em uma tentativa anterior de levar a mesma peça.

26 de out de 2011

Gafe no Bom Dia Brasil
Parece que a presidenta Dilma Roussef ainda não se livrou da sombra de Lula. No Bom Dia Brasil  desta quarta-feira (26), ao falar sobre o acesso a documentos públicos nos três Poderes da República, a apresentadora Renata Vasconcelos chamou Dilma de "a presidente Lula". "E o governo, depois da sanção da presidente Lula, vai ter dois anos aí para reclassificar todos esses documentos", disse ao vivo.
Chico Pinheiro, que assumiu o lugar de Renato Machado como co-apresentador do telejornal, nem notou a gafe da colega e os comentários sobre a decisão do Senado continuaram.
(Deu no IG)



CINE SINGULAR – O  curta do dia
Muito Além Do Chuveiro
Sinopse
 A febre do karaokê: pessoas soltam os demônios na noite do Rio de Janeiro. Histórias de catarse, alegria e amizade .   
  Gênero: Documentário
 Diretora; Poliana Paiva
 Elenco: Letícia Novaes e Tony Fafá
 Ano: 2008
 Local de Produção: RJ
 Ficha Técnica
Co-produção Alessandra Castañeda Fotografia Rodrigo Graciosa, Bia Marques e Paulo Castigline Roteiro Poliana Paiva Edição Som direto: Pedro Moreira e Felippe Schultz Mussel. Edição de som: Luis Eduardo Carmo Direção de Arte Daniel Assis e Ricardo Prema Empresa produtora Abbas Filmes Montagem Karen Black   
  Prêmios
Melhor Filme - Júri Oficial no Araribóia Cine 2008
Melhor Filme Pelo Júri Abd&C no Araribóia Cine 2008
Prêmio aquisição Canal Brasil no Curta Cinema - Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro 2008
Menção Honrosa no Vitória Cine Vídeo 2008
Menção Honrosa no Festival do Juri Popular 2008
Menção Honrosa no Iguacine - Festival de Cinema de Nova Iguaçu 2008   
 Festivais
 Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2008
Goiânia Mostra Curta 2008
Mostra Internacional de Cinema em Língua Portuguesa - Mostralíngua 2008
Amazonas Film Festival 2008
Femina - Festival Internacional de Cinema Feminino 2008
FestCine Pantanal 2009
Guarnicê de Cine e Vídeo 2008
Mostra de Cinema de Ouro Preto 2008
Mostra do Filme Livre 2009
Mostra Internacional do Filme Etnográfico/RJ 2008
Festival de Cinema de Montes Claros 2008
Festival de Cinema de Penedo 2008
Festival Brasileiro de Cinema Universitário 2008

Ganga Bruta, clássico do cinema
O longa metragem Ganga Bruta, clássico produzido pela Cinédia, em 1933, dirigido por Humberto Mauro, e considerado como um dos melhores filmes brasileiros de todos os tempos, será apresentado com acompanhamento da Amazonas Filarmônica, no Teatro Amazonas, em Manaus, dia 6 próximo.
A trama é a história de um engenheiro (Durval Bellini) que mata a esposa (Déa Selva) na noite de núpcias, pois descobre que ela o traía. Ele  relembra o namoro, as suspeitas, o noivado e, por fim, o crime.
A crítica especializada ressalta o apuro técnico na ultilização de técnicas de cinema vanguardista para a época. Pela primeira um cineasta usava três câmeras para filmar uma sequência.
Vejam uma cena engraçada do filme:
Fagner – Cidadão Instigado
No último final de semana, Raimundo Fagner esteve em São Paulo, participando da gravação do quarto álbum do também grupo cearense Cidadão Instigado, criado em 1994,  hoje uma das mais importantes bandas da música brasileira. Quem é o mentor do Cidadão Instigado é Fernando Catatau. Com inventividade, produz um rock psicodélico em que contrastam referências como Roberto Carlos, Santana, Pink Floyd e Bee Gees. Na preparação para o registro do quarto álbum, convida para um show inédito este experiente cantor também cearense Raimundo Fagner, que iniciou sua carreira em 1971. 
Vejam momento do show:

25 de out de 2011


AM do OPOVO-CBN deixa os ouvintes confusos
"O horário de verão mudou a grade de programação da Povo-CBN (1010 KH).  No nosso O  'Grande Jornal Povo-CBN', de segunda a sexta-feira começará às 8 horas. Às 10h20min é a vez do Toque Esportivo. Os 'Debates do Povo' mudam para a faixa das 13 e o 'Trem Bala' do Alan Neto, vai ao ar às 18 horas".
Li no Gente de Mídia, do Nonato Albuquerque, locutor da emissora. Só que a divulgação da hora atrapalha, e como, os ouvintes. Por que? A programação principal da CBN é produzida, basicamente em São Paulo, e constantemente os locutores estão anunciando a "hora de verão" de lá. Quando o link é passado para os estúdios da AM do Povo, a hora anunciada é a local, com uma hora de atraso daquela há poucos segundos. E o pior, aí é que causa a confusão nos ouvintes: os locutores da AM do Povo não avisam que aquela hora que estão anunciando é a local, portanto não o horário de verão. 
De Orlando Silva para o ministro 
com o mesmo nome do Cantor das Multidões 
Chama a polícia....

24 de out de 2011

Globalização total
Veja como neste mundo globalizado até certas frases de protesto são iguais. Esta foto é de um manifestante português que reproduz um cartaz dos rebeldes do movimento "Ocupem Wall Street", em Nova York, com os dizeres: "Não estou interessado em sexo, mas o governo não para de me foder." (blog do Ancelmo Goes)

CINE SINGULAR – O  curta do dia
E o vento... me levou
Sinopse
 Leleco quer brincar com sua pipa, mas o vento resolve não ajudar...
Gênero: Animação
 Diretor; William Côgo
 Ano 2005
 Local de Produção: RJ
 Ficha Técnica
Produção Labareda Design Animação Pedro Iuá Finalização André Lordello Música Pierre Descaves Clean-up e Pintura Elora Soares Sonorização Leo Mendes    

Filme provoca reflexões sobre
os anos de chumbo
Documentário conta história de vítima da violência da guerrilha durante o regime militar.
Pela primeira vez no Cinema Brasileiro, longa-metragem mostra histórias de violência dos 2 lados: da repressão militar e do terrorismo de extrema esquerda.
Reparação é o título do documentário de longa-metragem em High Definition que conta a história de Orlando Lovecchio, vítima de um atentado a bomba praticado pela guerrilha que lutava contra o regime militar no Brasil, em 1968. Orlando perdeu a perna no célebre atentado ao Consulado dos EUA em São Paulo e, ainda hoje, em 2009, luta por justiça: como não é considerado uma vítima da ditadura militar, a aposentadoria que recebe é menor que a do autor do atentado que o vitimou e enterrou para sempre seu sonho de ser piloto de avião. O episódio envolvendo Orlando e seus desdobramentos tem merecido amplo e constante destaque na imprensa.
A partir deste caso, o filme provoca uma reflexão a respeito do período militar, da violência de grupos extremistas ontem e hoje na América Latina, da ditadura cubana que persiste até hoje com o apoio de democratas em todo o continente, além da relação ainda conflituosa existente entre o aparelho repressivo do Estado e os cidadãos comuns.
Com depoimentos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do historiador Marco Antonio Villa, do jornalista Demétrio Magnolli, entre outros, Reparação pretende iniciar uma nova discussão sobre o período militar dentro do contexto do Cinema Brasileiro, que até hoje tem falhado por mostrar apenas um lado dos que viveram a época, de uma forma muitas vezes maniqueísta (como se a História pudesse ser resumida a um eterno embate do bem contra o mal)
Em uma abordagem franca e sem amarras partidárias ou ideológicas, Reparação comprova sua total independência ao não ter recorrido às verbas públicas para sua realização.
Uma prova de que o Cinema Brasileiro pode suscitar o debate com qualidade técnica e total independência estética e de pensamento.(Fonte: Youtube)
Vejam o trailer:
O apresentador da afiliada do SBT, em Belém do Pará, Edson Matoso, ficou p. da vida com o atacante gaúcho Josiel, do Paysandu,  que , disse, por meio  do perfil no Facebook, que “aguentar” mais um mês morando em Belém (PA) “seria f…” e que tinha saudade de “gente bonita” porque na região só havia “paquitas queimadas”.
O Matoso em questão até exagerou  na defesa dos seus conterrâneos:


23 de out de 2011

Passando o tempo, nesta manhã de domingo, ouvindo o cantor e compositor mineiro Vander Lee,  estilo intimista e original, relembrando um dos clássicos de Roberto Carlos.
O melhor webclipe do VMB
Com uma hilária adaptação do sucesso Whip my hair, de Willow Smith, a Banda Uó, de Gôiania, transformou o refrão “shake them off” em Shake de amor, e entrou, recentemente para  a seleção do Vídeo Music Brasil,ganhando o prêmio de melhor webclipe, premiação promovida anualmente pela MTV brasileira. O clipe foi o mais acessado da banda (350 mil acessos) e a música trata de uma possível vingança da apresentadora de televisão Luciana Gimenez contra o cantor Mick Jagger, que a engravidou enquanto ainda era casado.  Shake de amor brinca com as bebidas emagrecedoras que Luciana divulga em seus programas.
A Banda Uó atua no melhor estilo tecnobrega (criado pela paraense Gaby Amarantos, conhecida como a Beyoncé do Pará) misturando rock, funk e música brega, transformando tudo num escracho brasileiro, sem preconceito e espontâneo.
O Palhaço - estreia
Filho do dono de um circo mambembe – além de palhaço, em dupla com o pai, Benjamin é responsável pela animação da cidade, antes de começar o espetáculo. Tarefa: levar público ao espetáculo. Só que ele perdeu a graça e então começa uma crise de identidade em busca de sonhos e novas motivações para viver. O Palhaço conta a história de Benjamin (Selton Mello) e Valdemar (Paulo José), os palhaços Pangaré e Puro Sangue. Eles vivem, sem comprovante de residência, na companhia da trupe do Circo Esperança. Apesar de ser um drama, o filme promete fazer rir e emocionar a todos.
Estreia na próxima sexta-feira.
Vejam o trailer: